Carolina Coimbra

harpa

Carolina Coimbra nasceu em 1992 em Vila Nova de Gaia. Colabora regularmente com a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica do Porto – Casa da Música, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Metropolitana de Lisboa. Integrou a Orquestra de Jovens do Mediterrâneo na temporada de 2017.

A sua atividade como solista inclui a participação em festivais como RioHarp Festival, XII World Harp Congress (Sydney), Académie Lyon Printemps de la Musique (França), Arpissima Festival (Itália), Salso- maggiore Harp Festival (Itália), I Harpweek Uppsala (Suécia), Young Celebrity HarpMasters (Suíça), 2.o Ciclo de Harpa Internacional do Porto (Porto), Solistas da Metropolitana (Portugal). Dedica-se também à música de câmara, atuando regularmente com o trompista Gabriele Amarù e com o flautista Nuno Inácio.

Carolina venceu vários prémios internacionais como o Suoni d’arpa 2017, Saluzzo, Itália (2.o Prémio); o XXVI Concorso Riviera della Versilia ‘D. Ridolfi’ 2017, Itália (2.o Prémio); o18th International Competition Petar Konjovic, Sérvia (1.o Prémio); o 1.o Concurso de Harpa da Escola Nossa Senhora do Cabo, Portugal (1.o Prémio); o 4.o Concorso Internazionale di Arpa Marcel Tournier, Italia (1.o Prémio) e XI Concurso ARPA PLUS, Espanha (2.o Prémio).Em 2017 concluiu uma pós-graduação na classe da Professora Irina Zingg na Scuola Civica di Musica Claudio Abbado em Milão e, em 2015, o Master of Arts in Music Performance na classe de Sarah O’Brien, Irina Zingg e Catherine Michel na Universidade de Artes de Zurique (ZHdK).

Atualmente leciona a disciplina de Harpa na Escola Superior de Música de Lisboa.

Carolina Coimbra